Celebremos la Academia

Espacio de divulgación académico-científica en el área de Educación Superior dirigido por Dr. Fernando Pablo Nápoli

BRASIL E ARGENTINA: semelhanças e diferenças entre os Sistemas de Avaliação da Educação Superior

552252_3367322335933_563833878_nEl artículo que compartimos a continuación es una colaboración de los siguientes autores: Ricardo José Andrade Silva, Maria José Alves da Rocha y Sandra Jesus de Mélo Tavares Soares. Todos ellos alumnos de la Maestría en Docencia Universitaria de la UTN.BA.

El documento, escrito totalmente en portugués, se encuentra publicado originalmente en: Veredas Favip (Revista Eletrônica de Ciências), año 10, volumen 7, número2 – Julho a Dezembro de 2014.

RESUMO

“Uma vez que a avaliação do Ensino Superior se reverte em um passo fundamental na busca de qualidade das instituições, além de estar relacionada diretamente com as grandes metas sociais e econômicas definidas pelo processo de globalização, foi desenvolvido o presente estudo, por meio de uma pesquisa bibliográfica cujo objetivo foi o de se fazer uma análise comparativa sobre os sistemas de avaliação da educação superior no Brasil e na Argentina, para possível identificação de fatores ou elementos diferenciais e/ou positivos que contribuam para a construção de sociedades mais justas, humanas e solidárias, no sentido de se possibilitar ações que assegurem a formação de pessoas capazes de atuar em diferentes áreas.”

 INTRODUÇÃO

Nas últimas décadas, o mundo observou grandes transformações tecnológicas impulsionadoras de um desenvolvimento social e econômico e, nesse cenário de constantes mudanças sobre o processo produtivo, iniciou-se a disseminação de um discurso que tenta demonstrar e provar a importância da educação escolar no atual cenário mundial. Assim, pelas pressões mundiais advindas de órgãos internacionais e de muitos segmentos, principalmente do setor produtivo, diversas diretrizes e exigências sobre a educação têm resultado em grande expansão do ensino universitário, principalmente na América Latina, continente que, segundo estudo do Banco Mundial, possui o maior número de índices desiguais em vários aspectos, incluindo-se, entre eles: distribuição de renda, despesas com bens de consumo, serviços, acesso à saúde e, principalmente, acesso à educação.

Mas, apesar da expansão do ensino superior observado nos últimos anos, os resultados positivos esperados não têm sido garantidos, tendo em vista a qualidade do ensino e o desenvolvimento humano presentes em nosso Continente. [para seguir leyendo hacer clic aquí]

Información

Esta entrada fue publicada en 12/07/2015 por en produccion externa alumnos y etiquetada con , , .
A %d blogueros les gusta esto: